Plano de Auxílio Mútuo (PAM) celebra cinco anos em Toledo

O Plano de Auxílio Mútuo, o PAM, é responsável pela prevenção de incidentes que possam ocorrer nos locais de trabalho, visando também criar uma cultura de prevenir e fortalecer as empresas participantes com a promoção de treinamentos. Na terça-feira (28), aconteceu a reunião ordinária na sala de treinamentos da Primato Cooperativa Agroindustrial, uma das empresas participantes.

PAM
O PAM completou cinco anos de atuação em Toledo e durante a reunião, o comandante do Corpo de bombeiros de Toledo, capitão Luís Eduardo Zarpellon, apresentou a evolução do Plano aos representantes das empresas. “Os registros demonstram evoluções em diversas modalidades como salvamento em altura, combate ao incêndio, produtos perigosos, equipamentos energizados, espaço confinado, entre outras”.
Zarpellon destacou que as principais finalidades do PAM são o combate ao incêndio e o atendimento pré-hospitalar. “Diariamente, as empresas utilizam os ensinamentos do PAM no trabalho de prevenção com as equipes de trabalhadores. O protocolo do plano estabelece que o primeiro combate seja realizado pelos brigadistas, caso extrapole a situação, a empresa deve solicitar auxílio dos bombeiros”, destacou o capitão.

CINCO ANOS
Neste mês de maio o PAM completou cinco anos e o desempenho de assiduidade foi classificado como satisfatório, tendo como desafio manter e criar atrativos para a evolução. O capitão enfatizou que ao adquirir um container para a capacitação da equipe com as técnicas de combate ao incêndio trouxe motivação ao grupo. “A diversificação e a profissionalização dos treinamentos são fundamentais para o processo, afinal, é preciso ter a dinâmica durante as reuniões”.
Atualmente são 12 empresas dos setores de indústria farmacêutica, grãos, fios, saúde e outros segmentos que participam do Plano, sendo Toledo uma referência para outros municípios do Paraná, como Ponta Grossa, que segundo Zarpellon, “conheceu a nossa experiência e decidiu implementar a ideia na cidade”.

PRIMATO
Para o gerente de gente e gestão da Primato Edivan Júnior Meneghetti, o PAM proporciona benefício direto para o colaborador. “Diretamente tem como benefício a preparação de equipes para controlarem uma situação de risco ou acidente, mas indiretamente, é a influência na cultura das pessoas e das empresas que fazem parte do Plano de Auxílio Mútuo”.
Por sua vez o presidente da Primato, Ilmo Werle Welter enalteceu a importância do PAM. “Nós cedemos o local para os treinamentos e percebemos a importância que o PAM tem nas empresas que participam, afinal, são inúmeras interferências que podem ocorrer, mas atuando com a prevenção, com o constante aperfeiçoamento e capacitação, minimizamos os riscos e criamos uma nova forma de atuar com a industrialização e com as pessoas que nela trabalham”.