Expedição Primato apresenta a diversificação de atividades de cooperados

A diversificação na propriedade rural é cada vez mais difundida entre cooperados da área de atuação da Primato Cooperativa Agroindustrial. Os pequenos e médios produtores rurais utilizam-se desta variação para ter melhor aproveitamento de sua propriedade e contar com mais de uma atividade para ter rendimentos no decorrer do ano.
Outros, iniciam com a diversificação e dentro das atividades se identificam com aquela que tem mais aptidão e traz mais oportunidades.

EXPEDIÇÃO PRIMATO
Com esse objetivo, a Expedição Primato percorreu o interior de Toledo, Ouro Verde do Oeste, Cascavel, Guaraniaçu, Diamante do Sul e Laranjeiras do Sul para apresentar casos de cooperados que desenvolvem as atividades agrícola, de bovinocultura de corte e leite, suinocultura, piscicultura e ovinocultura, tudo para apresentar um material dinâmico e diversificado, com oportunidades nas mais variadas atividades ligadas à cooperativa.

RELACIONAMENTO
“Quando iniciamos o planejamento da terceira parte da Expedição Primato em 2019, optamos em apresentar a diversificação. Alguns dos cooperados entrevistados atuam com duas ou mais atividades, porém, a ideia central foi apresentar atividades diversas em cada cidade ou localidade que visitamos”, explicou o encarregado de marketing e comunicação da Primato, Thiago Renner que complementou, “assim, as regiões oeste e centro-sul do país foram os destinos desta edição de nossa Expedição”.
Ao todo, foram visitados 10 propriedades de cooperados nestas regiões e foi possível presenciar as histórias de cada um deles e suas atividades.

COOPERATIVA
“O projeto Expedição Primato está difundido dentro da cooperativa e cada vez mais percebemos os benefícios e conquistas com cada visita, cada história contada”, enalteceu o diretor executivo da Primato, Anderson Sabadin que complementou, “o que eles têm em comum é o elo com a cooperativa, isso é fundamental, pois além de excelentes reportagens para nossos meios de comunicação, principalmente a Revista Primato, existe um olhar daqueles que fazem parte do projeto, ouvindo histórias, necessidades, oportunidades e também recebendo as críticas, quando necessário. Isso faz com que a relação com nossos cooperados fique cada vez melhor, afinal, as informações vem de fora para dentro e temos como ser mais assertivos nos negócios desenvolvidos”.

PRIMA RAÇA
Mas há algo que todos os cooperados visitados (que atuam com pecuária) pela Expedição Primato tem em comum. A satisfação no uso da nutrição animal. “Essa edição de nossa expedição visitou cooperados de atividade de corte, leite, suínos, ovinos e peixes e, assim como em outras edições, todos estão muito satisfeitos com a linha de rações Prima Raça. É muito gratificante e também uma grande responsabilidade, afinal, muitos investimentos são feitos e vários colaboradores envolvidos para que seja possível alcançarmos este patamar”, concluiu Thiago.