Especial Colaborador Primato Cooperativa Agroindustrial

O Projeto Primar teve seu lançamento oficial nesta sexta-feira (01) e uma das ações é o Integra Primato, que tem como objetivo fazer a inclusão das pessoas, oportunizar o trabalho e o desenvolvimento, assim como prestar assistência aos colaboradores e aos gestores contribuindo de forma orientativa e participativa em situações relacionadas a cooperativa ou não, com uma visão humanizada, sempre buscando o engajamento.
Na última semana tivemos a primeira reportagem do Especial Colaborador Primato Cooperativa Agroindustrial, que teve como destaque a assistente administrativa Carolina Carvalho Garcia de Souza. Nesta edição, vamos apresentar o colaborador Laudelino Saibert.

ÍNICIO
Laudelino Saibert começou na Primato Cooperativa Agroindustrial no dia 1º de setembro de 2003. “Comecei a trabalhar na Primato quando ainda se chamava Cooperlac, há 16 anos, na Loja Agropecuária aqui em Toledo. Posteriormente, passei para o setor de transporte onde fui motorista por um período. Quando a Primato começou a atuar no ramo de supermercado, eu fui transferido para Primato Supermercado da avenida Parigot”, explicou Laudelino que complementou, “Com a experiência adquirida, fui transferido para o Primato Supermercado da avenida J.J. Muraro, onde estou até hoje”.

PRIMATO
“O que a cooperativa representa para mim é trabalho, continuação dentro da empresa e conseguir alcançar meus resultados pessoais trabalhando, cooperando e sendo útil para a Primato, que sempre me deu suporte quando precisei. Isso é algo que nunca vou esquecer e por isso eu visto essa camisa, pois é aqui que eu alcanço cada objetivo profissional e pessoal”, destacou Laudelino.

FUTURO
“O que eu espero do futuro? Completar o Jubileu dentro da cooperativa. Eu já me aposentei e a cooperativa me ajudou também neste processo. Mas a vida continua, não adianta pensar em outras coisas se a cabeça está aqui, afinal, tenho liberdade de trabalhar, desenvolver o meu melhor sempre com responsabilidade, porque eu acredito que o certo é certo e o errado é errado. Por isso, trabalho com ética, respeito e dedicação, procurando compartilhar as experiência com os mais novos e aqueles que estão começando agora na Primato. Sou muito feliz aqui e espero continuar por muitos outros anos”, concluiu o colaborador.